Ir direto para menu de acessibilidade.
Portal do Governo Brasileiro
Página inicial > Cursos > Graduação > Licenciatura em Ciências Biológicas
Início do conteúdo da página

Licenciatura em Ciências Biológicas

Publicado: Quinta, 05 de Maio de 2011, 12h38 | Última atualização em Terça, 19 de Abril de 2016, 14h56

O curso de Licenciatura em Ciências Biológicas tem como objetivo formar profissionais qualificados para atuar no ensino e na pesquisa em diferentes áreas das Ciências Biológicas.

Perfil do Profissional

O professor de ensino fundamental e médio, oriundo do curso de Licenciatura em Ciências Biológicas será um profissional da educação voltado para os avanços científicos e tecnológicos e os interesses da sociedade como parâmetros para a construção da cidadania. Para tanto, a formação acadêmica do referido profissional será pautada pelo desenvolvimento de atividades que possibilitem transformações qualitativas no ensino fundamental e médio. O professor de Biologia terá o seguinte perfil, segundo as Diretrizes Curriculares para os Cursos de Ciências Biológicas:
- pautar-se por princípios da ética democrática: responsabilidade social e ambiental, dignidade humana, direito à vida, justiça, respeito mútuo, participação, responsabilidade, diálogo e solidariedade;
- reconhecer formas de discriminação racial, social, de gênero, etc., que se fundamentem inclusive em alegados pressupostos biológicos, posicionando-se diante delas de forma crítica, com respaldo em pressupostos epistemológicos coerentes e na bibliografia de referência;
- atuar em pesquisa básica e aplicada nas diferentes áreas das Ciências Biológicas, comprometendo-se com a divulgação dos resultados das pesquisas em veículos adequados para ampliar a difusão e ampliação do conhecimento;
- portar-se como educador consciente de seu papel na formação de cidadãos, inclusive na perspectiva socioambiental;
- entender o processo histórico de produção do conhecimento das ciências biológicas referente a conceitos/princípios/teorias; - estabelecer relações entre ciência, tecnologia e sociedade;
- utilizar os conhecimentos das ciências biológicas para compreender e transformar o contexto sociopolítico e as relações nas quais está inserida a prática profissional, conhecendo a legislação pertinente;
- orientar escolhas e decisões em valores e pressupostos metodológicos alinhados com a democracia, com o respeito à diversidade étnica e cultural, às culturas autóctones e à biodiversidade;
- atuar multi e interdisciplinarmente, interagindo com diferentes especialistas e diversos profissionais, de modo a estar preparado à contínua mudança do mundo produtivo;
- avaliar o impacto potencial ou real de novos conhecimentos, tecnologias, serviços e produtos resultantes da atividade humana sobre o ambiente e sobre a biodiversidade, considerando os seus aspectos éticos, sociais e epistemológicos;
- utilizar o conhecimento científico pedagógico como instrumento para compreender e propor soluções para os problemas da educação científica e tecnológica;
- desenvolver a habilidade de sistematizar as informações, estruturando-as e envolvendo os discentes no processo de construção do conhecimento;
- disponibilidade para sua formação continuada, como busca e atualização de novos conhecimentos, visando ao desenvolvimento profissional;
- possuir capacidade para problematizar os conteúdos e estabelecer diálogo com os discentes, como sujeitos de sua aprendizagem, vivenciando o triângulo didático na relação professor-aluno-conhecimento na perspectiva inclusiva;
- desenvolver e demonstrar atitudes como criatividade, curiosidade, flexibilidade, espírito crítico e autonomia para com sua práxis pedagógica;
- exibir capacidade teórico-metodológica de orientar os estudos dos discentes, não somente em sala de aula, mas também nas atividades extraclasse;
- demonstrar conhecimento e uso das novas tecnologias da informação e de um idioma estrangeiro;
- capacidade de comunicação escrita e verbal; - postura pedagógica interdisciplinar, relativizadora e holística; - ter comprometimento com a formação do cidadão crítico/produtivo e responsável nas relações;
- exibir comprometimento e responsabilidade nas relações humanas e com o meio ambiente.

Área de Atuação

O profissional pode atuar na direção, supervisão, programação, coordenação, orientação e avaliação de projetos educacionais; na pesquisa e desenvolvimento de métodos e produtos agropecuários; nas vendas e assistência técnica de produtos agropecuários; além de ensaios e pesquisas em geral. Desse modo, o campo de atuação do profissional habilitado em Ciências Agrícolas compreende: escolas; secretarias de agricultura, planejamento, meio ambiente e assuntos fundiários; fazendas; empresas privadas; organizações governamentais e não-governamentais; instituições de pesquisa; instituições de ensino superior; e instituições de extensão rural.

Campi em que o curso é ofertado

Campus de Alegre

Modalidade Presencial 

Horário Vespertino 

Duração 4 anos 

Ingresso Processo seletivo via SiSU 

Quantidade de vagas 40 

Ato de Autorização Resolução CS nº 08/2010, de 29/03/2010

Ato de Reconhecimento Portaria nº 43, de 22/01/2015, DOU nº 16, Seção 1, folha nº 6, 23/01/2015

Contato da Coordenadoria do Curso 28 3552-8131 Ramal 263

O curso possui a opção de Bacharelado complementar para os alunos que desejarem fazê-lo depois da conclusão da Licenciatura, com duração de um ano.

Campus Santa Teresa

Modalidade Presencial 

Turno Noturno

Duração 4 anos

Quantidade de vagas 40 por ano

Ato de autorização Resolução CS nº 06/2010, de 29/03/2010

Ato de Reconhecimento Portaria nº 46 de 22/01/2015, DOU nº 16, Seção 1, Folha 10, 23/01/2015

Projeto do curso 

Contato da Coordenadoria do Curso 27 3259-7829 ou 27 3259-7828

registrado em: ,
Fim do conteúdo da página