Ir direto para menu de acessibilidade.
Portal do Governo Brasileiro
Página inicial > Notícias > Abertura do seminário “Diálogos Fundamentais” leva lideranças indígenas ao Campus Cariacica
Início do conteúdo da página

Abertura do seminário “Diálogos Fundamentais” leva lideranças indígenas ao Campus Cariacica

Publicado: Quarta, 28 de Agosto de 2019, 23h38 | Última atualização em Quinta, 29 de Agosto de 2019, 17h48

Evento tem proposta de capacitar servidores de todos os campi do Ifes para a verificação das autodeclarações étnico-raciais em processos seletivos.

DSCN2782

“Queremos participar da construção deste documento do início ao fim”, afirmou o professor Eliton Tupinikim na mesa de abertura do Seminário “Diálogos Fundamentais: Relações Étnico-raciais e a Heteroidentificação no Ifes”, na manhã desta quarta-feira (28), no auditório do Ifes - Campus Cariacica. Eliton se referiu à minuta do Protocolo de Implementação da Heteroidentificação nos Processos Seletivos do Ifes, que será construído durante esta semana pelos participantes do evento.

O professor, outros representantes indígenas de Aracruz, gestores e servidores de todos os campi do Ifes participaram do primeiro dia deste evento, que tem a proposta de capacitar servidores de todos os campi para a verificação das autodeclarações étnico-raciais em processos seletivos. A programação segue até a próxima sexta-feira (30).

dialogos 3

O diretor de Graduação, Aldieris Braz Caprini, destacou a necessidade de aprofundamento das discussões da temática étnico-racial no Ifes. “Não podemos tratar do assunto de forma superficial ou improvisada. Precisamos ter uma base conceitual e crítica, que reflita em nossos processos institucionais, sem estereótipos, preconceitos ou discriminações. E isso só vai acontecer por meio da formação docente e da prática pedagógica”, afirmou.

dialogos 1

Para a diretora-executiva do Ifes, Danielli Sondermann, que representou o reitor do Ifes, Jadir Pela, na solenidade de abertura, o momento é muito rico para a instituição. “O Ifes não só cumpre as regras, mas acredita no sistema de cotas. Em momentos como esse, que associam formação e prática, podemos compreender os diversos aspectos que envolvem essa temática e pensar em formas justas e claras de como implementar as políticas”, afirmou.

O pró-reitor de Desenvolvimento Institucional, Luciano Toledo, que também participou da solenidade de abertura, apresentou dados sobre o perfil dos estudantes do Ifes. “O Ifes é preto, pardo e indígena.Cerca de 60% das nossas matrículas representam esse público, que majoritário no Espírito Santo. Ou seja, vemos no Ifes o que vemos na sociedade e isso é muito importante para nós. Mas precisamos discutir processos seletivos ainda mais inclusivos tanto para estudantes quanto para servidores”, destacou.

O participantes do evento também puderam assistir à mística de abertura intitulada “Motivação e Resistência” apresentada por representantes do movimento indígena e negro, com a coordenação da professora Maria José Correa de Souza, do Campus Cariacica.

dialogos 5

Mesa de abertura
A mesa de abertura teve como tema “História, Cultura e Educação Indígena no Brasil”. Além do professor Eliton, a mesa também contou com a participação do cacique Marcelo Guarani e da professora do Campus Itapina, Katia Silene Zorthêa. O cacique apresentou diversas informações sobre as tradições e cultura da Aldeia Ka'agwy Porã. O professor Eliton contou sobre os desafios que os indígenas enfrentam quando saem de suas aldeias para estudar, falou das diferenças culturais e também de como é trabalhar com educação indígena.

dialogos 2 

Já a professora Katia apresentou experiências que teve com o povo indígena Enawenê-nawê‎ e também com os povos do Parque Indígena do Xingu, ambos no Mato Grosso. As experiências envolveram o processo de alfabetização em língua indígena e formação de professores indígenas, respectivamente.

Assista ao vivo!
O evento está sendo transmitido pelo Canal do Youtube do Ifes. Veja a programação e acompanhe.

dialogos 4

29 de agosto
8h – Palestra: O Racismo Estrutural Brasileiro: o Sistema de classificação racial e as bancas de heteroidentificação étnico-racial nas políticas afirmativa de acesso ao ensino superior – Prof. Dr. Sérgio Pereira dos Santos (UFMT)
9h30 – Intervalo
10h – Palestra: Raça, racismo e políticas antirracistas: o protagonismo do movimento negro na agenda estatal brasileira – Prof. Dr. Gustavo Henrique de Araújo Forde (Ufes)
12h – Intervalo
13h30 – Mesa: Território, Negritude e Educação – Profa. Dra. Kiusam de Oliveira (Ufes) e Crislaine Zeferina (Fejunes)
15h30 – Intervalo
16h – Mesa: Reparação histórica, direito à diferença e especificidades da educação das relações étnico-raciais no Brasil – Elisandra de Oliveira Olímpio (MPF) e Phelipe França (Defensoria Pública/ES)
18h – Encerramento do 2º dia

30 de agosto
8h – Mesa: Desafios, Perspectivas e Procedimentos de Verificação da Autodeclaração Discente – Comissões
9h30 – Intervalo
10h – Grupos de Discussão
12h – Intervalo
13h30 – Plenária: Aprovação da Minuta do Protocolo de Implementação da Heteroidentificação nos Processos Seletivos do Ifes
15h30 – Mesa de Encerramento

registrado em:
Fim do conteúdo da página