Ir direto para menu de acessibilidade.
Portal do Governo Brasileiro
Início do conteúdo da página

Confira o resultado final do edital de credenciamento de docentes para o ProfEPT

Publicado: Quarta, 21 de Dezembro de 2016, 14h35 | Última atualização em Quarta, 21 de Dezembro de 2016, 14h35

Mestrado em rede, que envolve 18 institutos federais de todo o Brasil, será ofertado a partir de 2017.

Foi divulgado o resultado final do edital para credenciamento de novos docentes para o Mestrado Profissional em Educação Profissional e Tecnológica (ProfEPT), coordenado pelo Instituto Federal do Espírito Santo (Ifes). O mestrado será ofertado em rede e contará com a participação de 18 institutos federais. Cada um dos institutos participantes especificou as áreas de atuação dos docentes dos quais necessita e o número de vagas.

Como requisitos gerais para participar, estavam: ser docente efetivo da Rede Federal; atuar em regime de 40 horas ou dedicação exclusiva; ter título de doutor; e apresentar produção científica e intelectual nos últimos quatro anos. O candidato deveria ainda apresentar no mínimo um artigo publicado em periódico qualificado, nos últimos quatro anos e deveria ter concluído ao menos uma orientação, em qualquer nível de ensino.

Os inscritos também foram informados individualmente sobre o seu resultado.

Veja a lista dos novos docentes credenciados.

Alunos
O edital para alunos do ProfEPT tem previsão de ser publicado no início de 2017, e a expectativa é que as inscrições aconteçam entre fevereiro e março de 2017. Em abril, haverá um exame nacional de seleção que acontecerá no mesmo dia, e ao mesmo tempo, em todos os 18 polos. A previsão é ofertar 400 vagas no mestrado, que tem formato semipresencial, com 510 horas de atividades didáticas e duas linhas de pesquisa: Práticas Educativas em EPT; e Gestão e Organização do Espaço Pedagógico em EPT. Poderão cursar o mestrado profissional tanto os servidores docentes e técnico-administrativos dos institutos quanto o público externo.

Veja os 18 institutos federais que terão polos do ProfEPT:
Instituto Federal do Amazonas
Instituto Federal da Bahia
Instituto Federal do Ceará
Instituto Federal do Espírito Santo
Instituto Federal Farroupilha
Instituto Federal Fluminense
Instituto Federal Goiano
Instituto Federal de Goiás
Instituto Federal do Paraná
Instituto Federal de Pernambuco
Instituto Federal do Rio Grande do Norte
Instituto Federal do Rio Grande do Sul
Instituto Federal de Santa Catarina
Instituto Federal de São Paulo
Instituto Federal de Sergipe
Instituto Federal do Sudeste de Minas Gerais
Instituto Federal Sul-Rio-Grandense
Instituto Federal do Triângulo Mineiro

registrado em:
Fim do conteúdo da página