Instituto Federal do Espírito Santo

Reitoria

Reitor do Ifes participa de debate sobre Educação e Mercado de Trabalho

Atenção, abrir em uma nova janela. PDFImprimir

 



O reitor do Instituto Federal do Espírito Santo – Ifes, Denio Rebello Arantes, participou do Debate CBN 2013, realizado na quarta-feira (3), com o tema Educação e Mercado de Trabalho. O reitor já havia participado do ciclo de debates realizado em 2011. O debate foi realizado na Rede Gazeta.

Participaram do debate o diretor do Núcleo de Estudos e Pesquisas Econômicas da Universidade Vila Velha – UVV-ES, Mário Rodrigues de Vasconcelos Neto; o superintendente institucional da FAESA, Alexandre Nunes Theodoro; o vice-presidente do Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial – Senai, Manoel de Souza Pimenta Neto; o superintendente Executivo do Centro de Integração Empresa Escola - CIEE-ES, Jossyl Cesar Nader; e o presidente do Sindipúblicos, Gerson Correia de Jesus; além da comentarista da Rádio CBN Vitória, Angela Abdo. O secretário de Estado de Educação, Klinger Barbosa, e o secretário de Estado de Ciência, Tecnologia, Inovação e Educação Profissional - SECTTI, Jadir Pela, também participaram da discussão.

A abertura do debate foi realizada pela psicóloga e psicanalista capixaba Viviane Mosé. Ela abordou as mudanças que vem acontecendo no mundo e no Brasil e destacou as transformações que ocorrem também nos postos de trabalho. “Os postos de trabalho não correspondem aos bancos da escola”, afirmou ao falar da dificuldade das instituições em formar para o mercado do trabalho e em criar novos cursos para as profissões que surgiram no mercado.

Ela falou ainda sobre o apagão de talentos e crise de lideranças no Brasil. “Líder é quem estimula o outro a saber, tem visão estrutural, analisa o todo e essa é uma competência rara, nossa formação educacional é voltada para fragmentos”. Durante o debate, ela falou ainda que a educação deve ser voltada para a vida, e que a vida inclui o mercado de trabalho. “Não há separação entre formação para o trabalho e para a vida”, destacou.

O reitor do Ifes ressaltou que a educação para a vida é um lema da instituição desde os tempos da Escola Técnica de Vitória. E destacou que essa é “uma formação interessante e vitoriosa, que mistura o trabalho no currículo escolar”.

Ele falou ainda sobre a importância do tripé Ensino, Pesquisa e Extensão para a formação completa do estudante. "Hoje a gente já consegue enxergar a pesquisa dentro do currículo, só que a extensão não está dentro do currículo, ela é esporádica”, disse. “A extensão é experiência. A pesquisa tem um local onde você tem um laboratório muito bem montado e você controla as condições de controle. A extensão não: você está no mundo real, você não controla as condições de controle”, concluiu o reitor do Ifes

Entre as propostas levantadas pelos participantes estão melhorar a qualidade da educação básica e do ensino médio, acompanhar as demandas do setor produtivo e ampliar as possibilidades de qualificação profissional. Também foi sugerida a criação de um Pacto pela Educação, reunindo instituições de ensino públicas e privadas, sociedade, governo estadual e municípios.

Para Denio, essa sugestão é um projeto de longo prazo. "Esse é um investimento que vai demorar uma geração para dar resultados concretos", ressalta. "Hoje, em qualquer lugar do país você tem dificuldade de construir, você tem dificuldade de achar as pessoas e empresas porque você não tem os líderes para tocar as empresas, não tem as pessoas formadas para trabalhar. Isso tudo é o resultado de um conjunto."

 


© 2009. Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Espírito Santo.